Cansaço da alma

Maria Nogueira Martinelli
(Sapeka)

Hoje me olhei no espelho
Me senti tão velha...
Não sei se foi o meu rosto que vi
Talvez a imagem da alma cansada...
Mas vi marcas profundas
Tão fortes...
Me fez parar assustada
Prestei atenção nos meus olhos
Consegui ainda ver a menina
Mas trazia um cansaço tão grande
Com a impressão "não sou ela"
Hoje senti a alma desassossegada
Refletida na imagem que vi no espelho
Era um pedido aflito...
Num desabafo que pede um tempo
Tempo de apenas se deixar levar ...
Esquecer as armas num canto
Parar com esse sempre recomeçar
Deixar que a menina fecunde
O velho e eterno sonhar

Sapeka

17/06/2006

&

Envelhecer

José Ernesto


Passou o tempo
O tempo não parou.
As transformações em seu corpo chegaram,
Hoje não é mais aquela mulher ,
Que um dia ao olhar para um espelho,
Sentiu-se forte e guerreira.
Mas hoje não mais,
As marcas dos anos são claras em seu rosto,
O peso do tempo marca o seu físico.
Envelheceu e agora sente-se só,
Agora percebe isso e se apavora.
Não sabe quanto tempo mais poderá ver,
As marcas que o tempo deixou,
Os traços que o tempo afirmou,
As dificuldades que provocou.
Sabe que o tempo não parou,
Sabe que sem perceber chegou,
O fenômeno da velhice que a marcou.


José Ernesto



***********************



O TEMPO NÃO PASSA

NÓS PASSAMOS...

RRMM

ROBERTO ROMANELLI MAIA



Porque pensar no tempo de forma negativa
se nós é que o criamos e o fazemos passar!
E pesar!
Sim, somos escravos do tempo sem o perceber!
Ou quem sabe percebendo!
Mas nada fazendo para enfrentá-lo!
Colocando-o no seu devido lugar
E se sentimos esse tempo, pelas marcas e cicatrizes
que ele deixa em nossos corpos, almas e corações,
porque não saber ver e reconhecer, também,
o quanto de bom ele traz e faz por nós...
O quanto de magia ele nos acrescenta,
em nosso dia a dia...
Sim, muito além da visão que nos revela o espelho,
das marcas e das cicatrizes que se somam
aos nossos corpos, almas e corações,
durante toda a vida, reconheçamos que elas
nos ajudam a nos descobrir e a nos fazer
seres humanos melhores.
Pois o mesmo espelho que revela
as nossas mazelas físicas,
e a decrepitude física e mental
que nos vai acompanhar
com o passar dos anos nada representa
se a compararmos
a plenitude de nosso ser que só acontece
em razão desse mesmo tempo.
Sim, o nosso tempo não é físico: é humano!
E como tal agradeçamos a ele pelo bem que nos faz...
Pois o tempo é nosso amigo e não inimigo!







criação:denise moura

 

 

Menu

Criação - ©Copyright 2006 - Machado Web Solutions.